sexta-feira, 4 de junho de 2010

Ela está oca


... oca, completamente oca. Há algo de especial nesse mundo? Não faz idéia. Sente o caminho cada vez mais escuro e estreito. Tudo se afasta...Ela se afasta de tudo e de todos. Pobre menina...ainda não se basta. Precisa de alguém para guiá-la. O medo tomou conta de todo seu ser. Respira e ainda acredita.