segunda-feira, 13 de julho de 2009

Por favor, um pouquinho de leite no meu café.

Tenho um fascínio por cafés. Adoro o ambiente intelectual, que pode ser sentido no ar, assim como o cheirinho do café.

Gosto de ler o jornal e tomar um capuccino. O repertório musical de alguns torna o ambiente ainda mais agradável. Que delícia ler, trabalhar, estudar ouvindo Feist, Cat Pawer, Ella Fitzgerald, Bjork . Sou capaz de passar horas e mais horas em um espaço assim. Quando levo o computador então, entro em alfa.

Como nem tudo é perfeito, só me aborreço quando alguém acende um cigarro. Como ex-fumante devo admitir que morro de inveja , mas logo meu estado hipocondríaco me faz cair na real. Não devo fumar!

Quem sabe um dia conheço os famosos cafés parisienses. Será melhor que um orgasmo! AHHHHH... Essa comparação nem Freud explica. Às vezes, me assusto comigo.

Até.

Nenhum comentário:

Postar um comentário